Wikipédia Quem Somos Mulher 500 Publicações Parceiros Links Home Contato Home
  Nesta seção além de obter informações sobre as temáticas relacionadas ao papel da mulher na história do Brasil, você pode também nos ajudar a construir de maneira participativa e democrática o Dicionário Mulheres do Brasil - Volume II, através desta ferramenta.  
COLABORE
Login:
   
Senha:
   
Cadastre-se aqui
  Esqueci minha senha
 
Mini-biografias contidas no "Dicionário Mulheres do Brasil Volume I (publicado) e Volume II (a publicar).
 
Busca Alfabética
| A-C | D-G | H-L | M-P | Q-Z |
Busca Avançada
Nome:
Século:  
Estado:  
Etnia/Cor:  
Atividade:  
Palavra-chave  
Volume:   I II (Wiki)
 
  Guia de referência bibliográfica com a temática de gênero, etnico-raciais e direitos humanos.  
Busca
Palavra-chave:
   
Artigos, Dissertações e Teses.
Busca
Palavra-chave:
Tipos:
Nesta seção estamos disponibilizando cartazes produzidos pelo Movimento Feminista, Movimento de Mulheres, Ong's e Instituições públicas; que tratam de temáticas relacionadas a defesa dos Direitos Humanos das Mulheres.
Busca
Palavra-chave:
Categoria:
 

 

Wikipédia
Em breve!
acervo e pesquisa - biografia de mulheres
detalhes

Edna Savaget (1923 – 1998) - VOLUME 2

Século:

XX
Estado: AC
Etnia/cor: Branca
Atividade: Jornalista, apresentadora e escritora – Pioneira na TV
Descrição:

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro em 1923. Precursora dos programas femininos de TV e rádio no Brasil. Fez parte de um das primeiras turmas de jornalismo da Faculdade Nacional de Filosofia, atualmente Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ.
Estreou na TV Tupi em 1957 e durante anos esteve à frente de programas voltados para o público feminino. Em 1965 trabalhou na TV Globo, no comando da programação vespertina da casa e do Show da cidade, considerado o embrião do Jornal Hoje. Foi a primeira mulher a fazer um programa ao vivo na emissora. Também trabalhou em outros canais de televisão como a Bandeirantes, Continental e Record. Conhecedora e grande incentivadora da literatura brasileira, sempre abriu espaço para a divulgação da produção literária e seus autores. Paralelamente investiu, durante anos, em programas radiofônicos, na Rádio Nacional, Tupi, Eldorado e MEC, pois considerava o rádio um grande instrumento de comunicação massiva.
Inovadora e antenada com as necessidades do seu público, procurava tratar em seu programa, além dos temas tradicionais como culinária, artesanato, primeiros socorros, de assuntos informativos, polêmicos e mais ligados as transformações que estavam ocorrendo no mundo feminino, como por exemplo, amamentação, parto sem dor, métodos contraceptivos, direitos das mulheres, relações de gênero, entre outros. Trazia à tona as discussões do universo feminino de forma mais democrática e descartava a futilidade. Profissional inteligente e de memória invejável, idealizou uma TV voltada para a prestação de serviço e também voltada para cultura e o lazer.
Seu último programa foi na TV Bandeirante, e levava seu nome, saiu do ar em 1989. Na TV Educativa, hoje TV Brasil participou como debatedora do programa Sem Censura, na época apresentado por Lúcia Leme.
Em sua carreira literária publicou cinco livros: Breviário de Salvador, e Contato, ambos de poesia. Plenamente solidão, um romance. O infantil: A menina e o peixinho dourado, e finalmente o livro: Silêncio no estúdio, sobre os bastidores da Rede Globo e da TV Tupi.
Morreu vítima de câncer no fígado em setembro de 1998, aos 75 anos.
 


COMENTÁRIOS

REDEH 2008 ©. Todos os direitos reservados.