Wikipédia Quem Somos Mulher 500 Publicações Parceiros Links Home Contato Home
  Nesta seção além de obter informações sobre as temáticas relacionadas ao papel da mulher na história do Brasil, você pode também nos ajudar a construir de maneira participativa e democrática o Dicionário Mulheres do Brasil - Volume II, através desta ferramenta.  
COLABORE
Login:
   
Senha:
   
Cadastre-se aqui
  Esqueci minha senha
 
Mini-biografias contidas no "Dicionário Mulheres do Brasil Volume I (publicado) e Volume II (a publicar).
 
Busca Alfabética
| A-C | D-G | H-L | M-P | Q-Z |
Busca Avançada
Nome:
Século:  
Estado:  
Etnia/Cor:  
Atividade:  
Palavra-chave  
Volume:   I II (Wiki)
 
  Guia de referência bibliográfica com a temática de gênero, etnico-raciais e direitos humanos.  
Busca
Palavra-chave:
   
Artigos, Dissertações e Teses.
Busca
Palavra-chave:
Tipos:
Nesta seção estamos disponibilizando cartazes produzidos pelo Movimento Feminista, Movimento de Mulheres, Ong's e Instituições públicas; que tratam de temáticas relacionadas a defesa dos Direitos Humanos das Mulheres.
Busca
Palavra-chave:
Categoria:
 

 

Wikipédia
Em breve!
acervo e pesquisa - biografia de mulheres
detalhes

Alice Editha Klausz (1928 - ) - VOLUME 2

Século:

XX
Estado: RS
Etnia/cor: Branca
Atividade: Aeromoça
Descrição:

Alice Editha Klausz (1928 - )

Aeromoça

Alice Editha Klausz, gaúcha de Porto Alegre formou-se, no primeiro grupo de aeromoças da Varig, aos 26 anos, em 1954. Graduada em Direito e Biblioteconomia, reside no Rio de Janeiro desde 1967.

Em 35 anos de atuação no ar, inaugurou vários vôos da companhia, inclusive aquele que ligava sua terra natal a Nova Iorque, atuou como chefe de cabine, diretora da Escola de Comissários, tendo sido responsável pela formação de mais de quatro mil comissários e atendeu a diferentes presidentes, como Juscelino Kubistchek, João Goulart, Costa e Silva e Lula.

Aposentada em 1989, mas não parada, Tia Alice, como é carinhosamente tratada, como aeromoça voluntária, integra há quase 20 anos a equipe do Programa Antártico Brasileiro, em seu deslocamento para a estação Comandante Ferraz, na Antártida.

Atualmente, aos noventa anos, vive apenas da aposentadoria paga pelo INSS, pois a complementação a que teria direito, através do Instituto Aerus de Seguridade Social, para o qual descontou vários anos, foi-se por água abaixo após a falência da Varig. Alice recebeu em 2008, o Diploma Mulher Cidadã Bertha Lutz, concedido pelo Senado Federal.


COMENTÁRIOS

REDEH 2008 ©. Todos os direitos reservados.