Wikipédia Quem Somos Mulher 500 Publicações Parceiros Links Home Contato Home
  Nesta seção além de obter informações sobre as temáticas relacionadas ao papel da mulher na história do Brasil, você pode também nos ajudar a construir de maneira participativa e democrática o Dicionário Mulheres do Brasil - Volume II, através desta ferramenta.  
COLABORE
Login:
   
Senha:
   
Cadastre-se aqui
  Esqueci minha senha
 
Mini-biografias contidas no "Dicionário Mulheres do Brasil Volume I (publicado) e Volume II (a publicar).
 
Busca Alfabética
| A-C | D-G | H-L | M-P | Q-Z |
Busca Avançada
Nome:
Século:  
Estado:  
Etnia/Cor:  
Atividade:  
Palavra-chave  
Volume:   I II (Wiki)
 
  Guia de referência bibliográfica com a temática de gênero, etnico-raciais e direitos humanos.  
Busca
Palavra-chave:
   
Artigos, Dissertações e Teses.
Busca
Palavra-chave:
Tipos:
Nesta seção estamos disponibilizando cartazes produzidos pelo Movimento Feminista, Movimento de Mulheres, Ong's e Instituições públicas; que tratam de temáticas relacionadas a defesa dos Direitos Humanos das Mulheres.
Busca
Palavra-chave:
Categoria:
 

 

Wikipédia
Em breve!
mulher 500

o projeto

O projeto “Mulher 500 Anos Atrás dos Panos” faz parte do Programa Pesquisa e Documentação que a REDEH – Rede de Desenvolvimento Humano desenvolve desde 1997, com o propósito de contribuir para romper com o silêncio secular que envolve a atuação, o olhar, o corpo, o saber e a fala das mulheres na nossa história.

É lugar comum, hoje, falar sobre a importância do papel e a luta das mulheres na sociedade contemporânea. No entanto, a história das mulheres é uma história recente, que se ressente de um passado mal contado, de silêncios seculares que ainda não foram suficientemente quebrados.

No Brasil, a partir dos anos 1970 percebe-se um esforço para a introdução de novos métodos de pesquisa com o uso de fontes variadas, estratégias metodológicas, categorias analíticas, etc.

Um garimpo muito especial

Em 26 de abril de 1500 as “quatro ou cinco mulheres moças” vistas pelo capitão português tiveram seu destino alterado por um acaso histórico, já que muitos historiadores consideram que Cabral pretendia chegar as Índias. Um desvio inesperado da história, que com uma especial combinação de ondas e ventos fizeram dele e de Portugal os “descobridores” do Brasil. Uma teoria questionável que se não foi totalmente confirmada, também não foi descartada.

A seguir, tantos outros navegadores europeus vieram atrás de novas conquistas territoriais e novas fontes de riquezas. E qual o destino das indígenas que aqui se encontravam, das mulheres que para cá vieram ou foram trazidas e de suas herdeiras sob o domínio colonial português? Como foi a mistura do sofisticado e predatório luxo renascentista com a “ingênua” e “selvagem” nudez indígena? Qual a importância das africanas para a formação da nossa identidade?

Que palavras não foram escritas? Que vozes não foram ouvidas? Quem são as mulheres cuja trajetória pode nos mostrar o que existe atrás dos panos?

A partir de 1997, a Redeh, reuniu uma equipe de pesquisadoras/es, coordenada por Schuma Schumaher e Érico Vital Brazil que saíram em busca de subsídios. Com uma vasta pesquisa no Brasil e no exterior buscaram, onde poucos haviam garimpado, informações sobre mulheres que estavam ocultas em nossa história.

Procurou-se rever imagens e as raras informações contidas na historiografia oficial, com o propósito de romper a invisibilidade imposta às mulheres, assim como questionar a dimensão da exclusão a que estavam submetidas. Desta forma, revelaram-se novos perfis femininos e outras falas foram recuperadas.

Desse esforço nasceu o Dicionário Mulheres do Brasil, lançado nacionalmente a partir de outubro de 2000, pela Editora Zahar, as publicações Abrealas, Um Rio de Mulheres, Gogó de Emas – voltados para educadoras/es e, mais recentemente, em março de 2007, o livro Mulheres Negras do Brasil, pelas Editoras Senac.

Com o propósito de democratizar informações o projeto Mulher 500 Anos Atrás dos Panos tem agora como um de seus desdobramentos o Portal Mulher 500 Anos, no qual disponibilizamos um amplo material sobre as discussões de gênero, raça e etnia, tendo por meta socializar informações que discutam/recuperem a atuação das mulheres na história do Brasil. No item “Acervo e Pesquisa”, apresentaremos artigos, teses, dissertações, imagens, biografias de mulheres, um acervo com a catalogação de livros que tratam a questão de gênero e raça/etnia. Acreditando que a participação coletiva é a forma mais democrática de se construir uma obra estamos disponibilizando no Portal a ferramenta Wikipedia para a construção participativa do Dicionário Mulheres do Brasil – Volume II. No item “Nossas Publicações”, você encontrará o conteúdo do material produzido  pelo projeto (parcial ou total). Navegando pelo Portal a/o usuária/o encontrará informações colhidas ao longo desses 11 anos de trabalho e pesquisa, assim como poderá colaborar para a ampliação e socialização de dados. Também dividiremos com os/as usuários/as os processos que antecederam o projeto assim como o momento do lançamento no ano de 1997.

Leia mais...

REDEH 2008 ©. Todos os direitos reservados.